A importância da  limpeza de pele em Instituto

A importância da limpeza de pele em Instituto

Acne e pele gordurosa na adolescência, provocam um mal estar nas mulheres e nos rapazes.

Cravos, espinhas e os famosos miliuns
(bolinhas de sebo sob a pele)
Eles são resultados de impurezas produzidas pelas glândulas sebáceas e que a derme não conseguiu expelir.


Para conseguir-se livrar deles, só com uma boa limpeza de pele em Instituto, por uma boa profissional.
Vai recuperar o brilho e o bom funcionamento celular.

A frequência da operação limpeza de pele,
depende dos tipos de pele.
Quem tem espinhas, precisa do tratamento uma vez por mês. Se a sua pele é muito oleosa, a visita pode ser trimestral desde que os cuidados domésticos façam parte do seu dia-a-dia. Peles normais pedem limpezas com o mesmo intervalo ou até com um espaço maior. Para isso, basta manter em casa um kit com alguns produtos que ajudem a manter a aparência higienizada: um bom tónico, loção desmaquilhante (no caso das mulheres), creme ou gel de hidratação e, para os mais empenhados, alguma fórmula esfoliante.

No Instituto ou em casa, atenção!!!
Em casa, a remoção das impurezas faciais exige cuidados redobrados. Uma apertadinha a mais pode até provocar cicatrizes no rosto. "Recomendo espremer apenas lesões superficiais, fáceis de se retirar".  Se estiver difícil para sair, não insista. mas o ideal é mesmo ir a um Instituto, aconselha Ana Perdigão.

A limpeza de pele dura entre 50 e 60 minutos
e pode ter até oito passos.
Confira a seguir o que acontece em cada um deles.
1. Higienização
É a primeira fase da limpeza, feita com loções e desmaquilhantes para retirar impurezas superficiais ou maquilhagem. São usados produtos na forma de musse, emulsão, creme ou gel.
2. Esfoliação
Realizada com cosméticos cheios de grânulos, remove as células mortas e afina a parte mais superficial da pele.

3. Desincrustação
Normalmente, faz-se uma máscara para amolecer a camada superficial da pele e favorecer a retirada de cravos, espinhas e miliuns.
4. Vapor
O rosto fica sob vapores de ozônio para abrir os poros.
O gás também tem efeito bactericida e ajuda a preparar a região para as extrações.
5. Extração
É a caça ao inimigo. Pode ser feita manualmente ou com um aparelho de sucção, sem a necessidade de espremer com as mãos. Os cravos brancos e miliuns são retirados com uma microagulha esterilizada, por serem mais profundos.
6. Máscara calmante
Por 10 minutos, o rosto recebe uma máscara que o irá recuperar de tantas apertadinhas. Existem produtos específicos para cada tipo de pele, hidratando ou controlando a oleosidade. Para uma melhor recuperação será feita uma massagem de drenagem  e/ou calmante.
7. Aparelhos
Será utilizado, quando é necessário procedimentos mais agressivos. O aparelho tem propriedades cicatrizante e anti-inflamatória, deixando o rosto bem menos marcado e sem a vermelhidão, característica de uma limpeza mais rigorosa.
8. Máscara final
Feita à base de cremes ou, nas peles oleosas, com gel.
Há muitas variações, escolhidas de acordo com a necessidade da pele após o tratamento. Há a hidratante, a clareadora de manchas ou sardas, a calmante, a purificante e a que oxigena, boa para peles sem vitalidade.
"O paciente vai para casa com a pele normalizada. Sem parecer que esteve a fazer uma intervenção.

Todas as pessoas devem fazer limpeza de pele.

Depois de fazer a limpeza, é permitido tomar sol?
No mesmo dia, nem pense nisso. Saindo do Instituto, fique 48 horas sem se expor ao sol. Além disso, aplique filtro solar. Cosméticos que tenham ácidos na composição também estão proibidos nesse período pois a pele está sensível demais para os suportar, aconselhe-se no Instituto com a esteticista.
 A mesma recomendação vale para o creme oleoso, que pode entupir os poros.

Cravos: é possível prevenir!
Evitar os pontinhos pretos que insistem em marcar o seu rosto é praticamente impossível, afinal não dá para alterar o tipo de pele.  A oleosidade é natural do tipo de pele e, menos ainda, tapar o rosto e protegê-lo da poluição, os dois fatores que desencadeiam o surgimento dos cravos.

Tônicos e produtos adstringentes oferecem ótimos resultados, assim como sabonetes de ação profunda.
Só tome cuidado para não usar produtos inadequados para o seu tipo de pele. Eles podem ressecar demais o rosto, levando o organismo a produzir ainda mais sebo e, consequentemente, favorecendo o aparecimento dos cravos e até de espinhas.
No caso das mulheres, dormir maquilhada também é fatal: deve limpar sempre a pele antes de dormir, para que respire e se regenere.

Read 808 times
Rate this item
(0 votes)
Login to post comments

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 462 Visitantes e 17 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa