"Into the Castle" regressa a Torres Vedras

"Into the Castle" regressa a Torres Vedras

O evento "Into the Castle" regressa à zona do Castelo de Torres Vedras nos dias 2 e 3 de junho.

Tendo como pano de fundo a música eletrónica contemporânea, este evento terá o seguinte programa:

 

2/6 | 16h -19h | Workshop de introdução à produção de música eletrónica | Cooperativa de Comunicação e Cultura

Pretende-se com este workshop a aquisição de conhecimentos na área da produção musical com auxílio de um sequenciador digital e um sequenciador analógico, aliando diversas técnicas de manipulação e síntese sonora.

Objetivos específicos:

  • Distinguir metodologia aplicada quer no contexto analógico quer no contexto digital. Compreender o contexto de utilização dos efeitos de processamento mais comuns em Sound Design e a sua parametrização: Delay, Reverb, Compressor, Equalizador, Filtros e Saturador;
  • Compreender técnicas elementares de síntese sonora (Fm, Subtrativa) e de manipulação de sons (Sampling);
  • Compreender a manipulação de Hardware;
  • Aquisição de conhecimentos básicos ao nível da sequenciação analógica;
  • Estabelecer a relação entre o material a ser usado e o objetivo estético final.

Formadores:
João César Rodrigues (Temudo)
Pedro Lopes Avelino (Zoy)

Conteúdo:

  1. Introdução à Produção de Música Eletrónica;
    2.    Requisitos técnicos no âmbito da sequenciação analógica;
    3.    Apresentação do software Ableton Live;
    4.    Midi/Audio/CV;
    5.    Samplagem;
    6.    Software/Hardware (VSTs, Analog Rytm, Controlador Midi).

 

2/6 | 21h30 | Debate “O Consumo de Música em Formato Físico numa Era Digital” | Cooperativa de Comunicação e Cultura

Nos últimos cem anos, a propagação de objetos sonoros teve como principais agentes de divulgação as rádios, programas de televisão, a internet (desde as lojas online até ao soundcloud e youtube) e as lojas de formato físico.
No contexto específico da música eletrónica, este último agente tem um papel de preponderância em que em eras distintas desempenhou papéis distintos. Se na década de 80 e 90 serviu de principal agente divulgador e de venda pela ausência de concorrência, atualmente serve como agente de divulgação aliado a determinada corrente estética.
O seu impacto na comunidade local (gerador de sinergias entre os diversos intervenientes do movimento) e as vicissitudes da sua gestão serão tema de debate.

Oradores:

Jorge Caiado (Carpet & Snares, Groovement)
João César Rodrigues (moderador)
Pedro Lopes Avelino (moderador)

DJ’s:

Sury & Marc Guim

 

3/6 | 16h - 24h | Performances de artistas em formato de DJ Set e Live Act | Castelo de Torres Vedras

Zé Salvador

Com uma carreira de 20 anos, Zé Salvador mantém no seu currículo a permanência nos melhores contextos da eletrónica portuguesa. Como elemento fundamental do cenário nacional, demonstra um conhecimento de culto personificando esse estatuto com a subtileza que tanto o caracteriza. A sua visão ímpar permanece no legado da sua música ­atual e inovadora.

Kiko

Natural de Torres Vedras, tem sido um “habitué” em vários eventos do género, algo que conquistou através de uma pesquisa árdua e de cunho próprio. A sua alegria constante e contagiante é transportada para dissertações musicais, equalizadas por um vasto conhecimento de causa no que toca a pistas de dança.

Jorge Caiado

Jorge Caiado é um exemplo de dedicação, gestão metódica e seleção musical. É na procura diária da sua juventude que constrói uma ampla visão que lhe permite atuar nos mais variados contextos. A sua experiência emerge também pelo facto de se encontrar no epicentro da ação e pela polivalência de quem opera em diversas frentes.

Tozé Diogo

Dj e colecionador nato, tem o privilégio de marcar presença no meio eletrónico português desde a sua génese, mantendo no entanto um fluxo ativo e construindo uma sonoridade elaborada e própria de um “connaisseur”. As atuações de Tozé Diogo são reflexos de uma escolha cuidada e refinada, características de uma coleção de vinyl apurada e eclética.

V i L

Não reage a normas atuais, dando passos seguros num percurso ascendente. Com uma estética vincada e fruto de uma personalidade madura e vanguardista, amplia o espectro musical em que atua, sempre de uma forma concreta e bem definida. São as suas raízes que definem as suas características, otimizadas por um ciclo permanente de atuações.

Zoy

É com o projeto Zoy que Pedro Lopes Avelino apresenta os novos reflexos da sua evolução como produtor musical, com uma performance concebida através da sua própria experiência. Este natural de Torres Vedras apresenta­-se novamente em formato Live Act fugindo de paradigmas usuais e refletindo uma visão artística anormal e não conceptual.

Temudo

O conterrâneo Temudo regressa ao “Into the Castle” após uma temporada de ascensão, marcada por atuações dentro e fora de portas e produções aclamadas e ecoadas pelo mundo underground. O seu sentido estético evolui de novas abordagens, fruto de novos desafios e da dedicação incessante na procura de novos objetos sonoros.

Login to post comments

O Estado do Tempo em Torres Vedras

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 947 Visitantes e 14 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa