Por ano ocorrem cerca de 15.000 mortes por arritmia em Portugal

Por ano ocorrem cerca de 15.000 mortes por arritmia em Portugal

Uma arritmia é uma perturbação do ritmo dos batimentos cardíacos. Em condições normais o coração de um adulto saudável em repouso, bate cerca de 60 a 100 vezes por minuto, com um ritmo regular como o tic-tac de um relógio. Se o ritmo cardíaco for demasiado lento (inferior a 50/60 batimentos por minuto), é designado como bradicardia, se por outro lado o coração bater de forma muito rápida (mais de 100 batimentos por minuto), estamos perante uma taquicardia.

Quando existe um

obstáculo à normal progressão dos estímulos cardíacos dentro do coração estamos em presença de um bloqueio que em certas situações pode levar à falta de um ou mais batimentos cardíacos. Em qualquer uma destas situações, ou quando o coração bate de forma muito irregular, o bombeamento de sangue para as várias partes do corpo pode ser comprometido, colocando em perigo órgãos vitais como o cérebro, os pulmões, entre outros.

As arritmias mais sérias surgem com mais frequência nos adultos, estando associadas a outras doenças do coração. Palpitações, batimento cardíaco muito rápido ou muito lento (irregular), tonturas, cansaço, falta de ar, dor no peito são alguns dos sintomas que podem estar associados a arritmias. Outras manifestações mais graves são a síncope (perda súbita dos sentidos) ou até a morte súbita. Aliás a causa mais frequente de morte súbita é a arritmia cardíaca.

A VIGILÂNCIA COMO PREVENÇÃO
Tal como devemos saber os níveis do colesterol, do açúcar no sangue e medir regularmente a tensão arterial, devemos saber calcular o nosso ritmo cardíaco. A maioria das pessoas pode contar as suas pulsações de uma forma muito simples. Através da palpação de uma artéria que está no pulso, podemos contar as pulsações e ao mesmo tempo que olhamos para o relógio, contamos o número de batimentos. O conhecimento e prática desta técnica que pode ser facilmente ensinada permite em muitas situações a deteção de problemas de ritmo cardíaco.

COMEÇAR A PREVENIR DESDE CRIANÇA
Consideramos que, introduzir precocemente conceitos relacionados com o ritmo cardíaco e coração saudável pode facilitar, mais tarde na idade adulta, o entendimento da necessidade de prevenção e do diagnóstico precoce da doença cardíaca e das arritmias.

Por este motivo, criámos o projeto "Coração Tic-Tac", promovido pela Associação Bate, Bate Coração, que é uma iniciativa pioneira em Portugal que tem como objetivo sensibilizar as crianças, com idades compreendidas entre os três e os nove anos (pré-escolar e 1º ciclo), para a compreensão do funcionamento do coração e para as arritmias cardíacas.

É um projeto em que participamos ativamente nas escolas com as crianças e com os educadores, e ao fim de alguns dias de educação e formação com conteúdos adaptados, procuramos que as crianças nos deem um retorno dos ensinamentos que adquiriram, realizando trabalhos gráficos.

A Associação Bate Bate Coração tem por objetivo sensibilizar a população para as arritmias cardíacas, educar sobre os seus riscos e esclarecer sobre os meios de diagnóstico e tratamentos existentes.

Consulte https://www.facebook.com/paginabatebatecoracao/ para conhecer mais sobre este problema de saúde e aceder a conselhos úteis para que o seu coração bata de forma saudável.

Login to post comments

O Estado do Tempo em Torres Vedras

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 971 Visitantes e 15 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa