Sérgio Santos; Uma subida a pulso, cheia de dignidade, ao longo da vida

Sérgio Santos; Uma subida a pulso, cheia de dignidade, ao longo da vida

Sérgio Santos, nascido em Torres Vedras há 43 anos, é um lutador, respeitado na cidade e na sociedade que o viu crescer.
Neste momento, tem uma das mais requisitadas imobiliárias que, na nossa região, se vem impondo gradual mas seguramente.
Conversámos com Sérgio Santos, o empresário que, embora ainda jovem, já tem um largo historial comercial nesta região, vindo a crescer numa área agressiva, mas nunca abdicando dos seus princípios e educação, valores que consegue transmitir, ainda hoje, em todos os negócios que se envolve.
Criou a sua marca própria, a “Oeste Soluções”, num ramo que tem forte concorrência das marcas internacionais presentes neste mercado, mas tem vindo a impor-se pela forma como aborda o mercado, os seus parceiros, clientes ou quem nele confia os seus imóveis.



Revista Festa - Quem é o Sérgio Santos?
Sérgio Santos - Sou nascido e criado em Torres Vedras, tento ser uma pessoa totalmente humilde, que vem crescendo a pouco e pouco ao longo da vida, cometendo erros algumas vezes outras não, mas que honestamente tem lutado para que cada vez possa viver um pouco melhor.

Festa - Passa a sua juventude em Torres Vedras?
Sérgio - Sim, cresci cá. Estudei na escola ‘do avião’, depois na ‘Madeira Torres’. Aos dezoito anos começo a trabalhar na Auto Carruço, passo pelos Fonsecas e Tecauto, sempre no ramo automóvel, com uma experiência pelo meio num bar que abro no Bombarral, junto às escolas - o Napoleones Bar - e acabo por vir parar ao imobiliário, através da Remax.

Festa - Daí vem o gosto pelo ramo imobiliário?
Sérgio - Como tinha deixado os automóveis numa altura de crise no ramo, tinha passado uns anos com o bar e já estava a sentir falta da dinâmica desta vida comercial, uma colega convida-me e faço uma série de cursos relacionados com imobiliário, pois embora se tratasse de vendas eram numa área diferente e totalmente desconhecida para mim. Acabo por me sentir bem e gostar, tendo aí passado uns anos que considero muito agradáveis e produtivos.

Festa - Foi aí que o Sérgio resolveu arriscar?
Sérgio - Sim, em Junho de 2014 achei que estava na altura certa de o fazer e abri uma loja na Rua Dr José de Bastos, em Torres Vedras. As coisas proporcionaram-se e oito meses depois abri uma segunda loja na Lourinhã, e um nova loja em Torres, um mês depois, vocacionada para os serviços ligados ao imobiliário.
Uns meses após abro uma outra loja na Amadora, mas como era uma região que não conhecia tão bem e onde nunca me senti muito confortável a trabalhar, acabei por a fechar a meio deste ano, abrindo em seu lugar um novo espaço em Torres Vedras, porque fazia mais sentido.

Festa - A aposta neste mercado acaba por ser feita numa altura ainda não muito favorável para o próprio ramo imobiliário?
Sérgio - Sim, o ano de 2014 ainda foi um ano muito complicado para o ramo, mas era um projeto que tinha e pensei que ou era nessa altura que avançava ou acabava por nunca mais o fazer.
Tive a felicidade de poder contar com um parceiro, um amigo que cimentei nos meus anos de Remax e me acompanhou, o Zé Oliveira, que está comigo desde o arranque. Vieram a juntar-se logo de seguida outros ex-colegas nossos, acabou por se crescer muito mais rápido do que poderia pensar, nunca mais parámos e atingimos aquilo que somos hoje.

Festa - Foi difícil esse começo?
Sérgio - Pelo contrário. Pelas razões que referi, as angariações e as vendas correram desde logo muito melhor do que esperava, o que acabou por gerar nesses primeiros tempos um volume de trabalho a que tive que me adaptar, tendo que criar condições para que tudo corresse bem com os negócios que faziamos, preparando as coisas para esse volume de negócios, que excederam todas as melhores expetativas que pudesse ter.

Festa - Contam com uma boa oferta de imóveis?
Sérgio - Esperava começar com 50-60 mas de um momento para o outro, em pouco mais de um mês, já tinhamos cerca de 250 imóveis, o que representava cerca de duas centenas de proprietários.
Teve que se organizar as coisas de forma a que tudo corresse bem, foi-se melhorando, e hoje há uma estrutura a funcionar que permite sermos uma das imobiliárias que melhor promove os imóveis que representa, colocando-os visíveis no mais elevado número de motores de busca a nível nacional e internacional, na internet, para além do trabalho que fazemos diretamente e onde temos uma equipa incansável.


Festa - Num mercado onde estão alguns dos ‘tubarões’ nacionais e internacionais da área, como tem sido a aceitação da Oeste Soluções?
Sérgio - Para os parceiros que em nós confiam os seus imóveis, penso que o facto de sermos pessoas conhecidas e com bom nome no mercado tem ajudado imenso.
Depois, como temos uma ‘boa escola’ imobiliária, as pessoas desde logo nos aceitaram muito bem, porque conheciam o nosso trabalho, como agentes, e sabiam da dedicação que colocávamos no mesmo.

Festa - O vosso cliente mostra-se satisfeito?
Sérgio - Claro que sim. Temos uma preocupação, enquanto empresa, de procurar acompanhar o trabalho dos nossos comerciais, procurando saber se ligam aos parceiros, se lhes dão acompanhamento, se os colocam ao corrente do que se está a passar com o seu imóvel.
Festa - E em relação ao comprador?
Sérgio - Aí também tratamos de todo o processo de compra, desde financiamento a escritura ou registo, ligação de água, energia, apoio jurídico, e mais uma série de serviços, de forma a simplificar a vida ao mesmo.

Festa - No futuro, manutenção ou expansão?
Sérgio - O futuro empresarial, dentro da minha perspetiva, passa por manter e cimentar ainda mais o mercado de Torres Vedras e Lourinhã, onde estamos neste momento, e abrir duas novas lojas, em Mafra e Caldas da Rainha, no prazo de um ou dois anos.
A intenção é alargar a um mercado que conheço muito bem e onde acho que nos podemos sentir confortáveis, comercialmente.
A presença em todo o Oeste é aquilo que considero ser o objetivo para o futuro próximo.

Login to post comments

O Estado do Tempo em Torres Vedras

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 380 Visitantes e 22 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa