Sabores: Bacalhau Assado com Batata a Murro, pela Adega do Miguel

Sabores: Bacalhau Assado com Batata a Murro, pela Adega do Miguel

Este mês fomos provar uma das muitas especialidades de um restaurante às portas da cidade, na Ponte do Rol.
A Adega do Miguel é um espaço típico muito interessante, que serve comida tradicional portuguesa, mas, embora a comida seja boa, não tem sido essa a principal razão das nossas visitas regulares a este estabelecimento hoteleiro.
O Fado, que o “Joca” disponibiliza à primeira e terceira sexta-feira do mês é a razão que lá nos tem levado regularmente, pela qualidade muito interessante dos intervenientes bem como pelo valor aceitável que é cobrado pela ‘ementa de fado’, o que permite passar uma noite muito agradável num lugar muito acolhedor.


Desta feita fomos mesmo pela comida.
Entre muitos e bons pratos sugeridos, o Bacalhau Assado com Batata a Murro foi o escolhido.
Começámos por umas entradas, com o paté, o rissol, o croquete, as azeitonas, o presunto e o queijo seco colocados na mesa, a escolha recaíu neste último, para acompanhar um vinho tinto Herdade da Capela, de Pias, um alentejano com 14,5º que por ser muito macio se torna uma ótima escolha para quem aprecie vinho à refeição.
De seguida, o referido Bacalhau Assado com Batata a Murro. Não sei se o “Joca” e as cozinheiras se aprimoraram, mas o certo é que estava divinal. Ao contrário do habitual, tive que repetir.
Uma posta alta de bacalhau macio, saboroso e muito bem confecionado, acompanhado por umas batatas ‘a murro’ apetitosas, bem regadas de azeite, com bróculos a acompanhar. Soberbo.
Quase que não apetecia deixar fujir o paladar com que se ficou, mas embora recusando a sobremesa ficámo-nos pelo café e digestivo, pois era uma pena ir adocicar um repasto tão agradável.
Para quem queira experimentar, e fazer em casa, deixamos a receita utilizada na confeção do prato principal, gentilmente cedida pela “Adega do Miguel”, situada na estrada principal da Ponte do Rol, Torres Vedras.

 

Bacalhau Assado Com Batata a Murro

Para
4 Pessoas


2 Postas de Bacalhau
0,5kg Batata Miúda
        para assar
0,5kg Bróculos
qb.  Azeite
qb.  Alho
qb.  Sal

Demolha-se o Bacalhau por cerca de 36 horas, mudando-se a água por 4 ou 5 vezes. Se preferir, pode comprar-se Bacalhau já demolhado.
As Batatas são previamente cozidas, depois vão ao forno, salpicadas com Sal.
Os Bróculos são cozidos.
O Bacalhau, depois de demolhado é grelhado em lume brando, preferencialmente em carvão.
Depois de preparado, é só empratar numa travessa, com o bacalhau ao centro, as batatas e o bróculos a ladear o mesmo, deixando azeite abundante no fundo, o que permite um visual mais apelativo ao prato, podendo inclusivé servir para ‘molhar o pão’.
Bom apetite!

 

Login to post comments

O Estado do Tempo em Torres Vedras

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 668 Visitantes e 6 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa