Turismo, talvez muito... de qualidade, nem por isso!

Turismo, talvez muito... de qualidade, nem por isso!

Aeroporto de Lisboa, Domingo, dia 28-01-2018, 15 horas e 55 minutos, à porta das chegadas, pois tinha acabado de aterrar na Portela de regresso ao país, apanhei um Táxi e fui surpreendido por uma notícia preocupante:

Era o 2º serviço do motorista, desde as 12 horas e 20 minutos.

Antes, tinha só tinha realizado uma corrida entre o Aeroporto e o Rossio.

O serviço é escasso desde Novembro e perspetiva-se que vai manter-se até ao final de Março.

É assim para todos: Táxis como para os veículos da UBER e outras operadoras.

Os turistas que chegam à Portela, optam por viajar no Metropolitano ou têm autocarros ao serviço de agências de viagem à espera.

O Sr. Manuel não hesitou em designar que estamos perante um surto de turistas que, simplesmente, não querem gastar dinheiro, ou são menos endinheirados e ou ainda daqueles a que vulgarmente chamamos ‘pés descalços’.

E o Sr. Manuel não hesitou: “É arriscado ficar à espera de melhorar a economia nacional só com as receitas do turismo. Quem acreditar nisso, está a enganar-nos!... Convido os especialistas a virem para o terreno ver a realidade”.

Login to post comments

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa