Peso das mochilas não provoca escoliose, segundo a SPPCV

Peso das mochilas não provoca escoliose, segundo a SPPCV

Numa época em que o regresso às aulas está muito próximo, a Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral, afirma que o peso das mochilas não provoca escoliose.

A escoliose é uma deformidade em que existe uma curvatura lateral da coluna no plano frontal.

A sua causa é, na maioria dos casos, desconhecida e por isso não é possível preveni-la.

Embora a causa permaneça desconhecida, o seu desenvolvimento não tem sido relacionado a fatores nutricionais ou posturais, à prática de desporto, ao uso de mochilas ou ao transporte de uma mala pesada.

Segundo estudos, a sua origem está usualmente relacionada com uma doença subjacente, com fatores genéticos e hereditários.

O problema mais importante relacionado com a escoliose é a progressão da deformidade e os efeitos colaterais resultantes, como distúrbios respiratórios.

Os principais sinais de alerta são os ombros a alturas diferentes, uma das ancas mais levantada, cintura desigual, inclinação do corpo para um dos lados e proeminência da grelha costal.

Após a deteção da doença (onde os pais e professores desempenham um papel importante), a criança ou adolescente deve ser seguido por um especialista.

A confirmação do diagnóstico e o acompanhamento geralmente são feitos por métodos radiológicos.

Login to post comments

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa