fbpx
Seis casos COVID confirmados hoje em Torres Vedras eleva a 20 os casos "ativos" no concelho (24 JUN)

Seis casos COVID confirmados hoje em Torres Vedras eleva a 20 os casos "ativos" no concelho (24 JUN)

Como é público, e por demais noticiado durante o dia, uma pessoa que tinha tido um teste negativo sentiu-se mal e dirigiu-se às urgências do Hospital, em Torres Vedras, acabando por estar em contacto com outros doentes e profissionais de saúde, vindo nos testes que fez nessa visita a acusar positivo a COVID e infetando algumas dessas pessoas que fizeram teste, também elas, de imediato.

São 6 os casos "confirmados" nessa ocorrência, o que eleva a 20 os casos "ativos" no concelho esta quarta-feira, distribuídos um pouco pelas diversas freguesias de Torres Vedras, segundo dados recebidos da Proteção Civil / Câmara Municipal.

Existe ainda 9 indivíduos a aguardar resultado a testes efetuados enquanto 67 outros se encontram em "vigilância ativa" devido a contacto com infetados.

Desde que a pandemia atingiu Torres Vedras são já 84 os casos "confirmados", dos quais 62 foram entretanto dados como recuperados. A lamentar 2 vítimas mortais motivadas pelo Coronavírus.

Nesta altura, os casos "ativos" neste concelho distribuem-se pelas respetivas freguesias da seguinte forma:

  • Santa Maria, São Pedro e Matacães: 6
  • Silveira: 4
  • União das Freguesias de Dois Portos e Runa: 4
  • São Pedro da Cadeira: 2
  • Ponte do Rol: 1
  • União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira: 1
  • União das Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça: 1
  • União das Freguesias de Maxial e Monte Redondo: 1

A ter em especial atenção as indicações das entidades acima referidas, nomeadamente:

"O uso de máscaras ou viseiras é obrigatório, nos termos do Decreto-Lei nº 24-A/2020 de 29 de maio, para pessoas com idade superior a 10 anos para o acesso ou permanência em espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, edifícios públicos ou de uso público onde se prestem serviços ou ocorram atos que envolvam público, estabelecimentos de ensino e creches pelos funcionários docentes e não docentes e pelos alunos e no interior das salas de espetáculos, de exibição de filmes cinematográficos ou similares. É ainda obrigatório o uso de máscaras ou viseiras na utilização de transportes coletivos de passageiros.

A utilização de máscaras previne a dispersão do vírus pelo que a população deverá, sempre que possível, utilizar esta proteção de forma generalizada. Esta medida complementa as medidas de distanciamento e isolamento implementadas, bem como as recomendações de higiene e etiqueta respiratória já divulgadas".

Login to post comments

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa