fbpx
14 casos confirmados COVID em Torres Vedras em dois dias. Mais 8 hoje (25 JUN)

14 casos confirmados COVID em Torres Vedras em dois dias. Mais 8 hoje (25 JUN)

Os últimos dois dias foram arrasadores em termos de COVID para o concelho de Torres Vedras, pelos motivos conhecidos de uma doente infetada no Hospital que contaminou mais de uma dezena de pessoas, muitas delas residentes em concelhos vizinhos que ali se encontravam a receber cuidados e até profissionais de saúde, tendo-se verificado, segundo o CHO, 3 vítimas mortais.

Segundo dados recebidos da Proteção Civil / Câmara Municipal, só residentes no concelho de Torres Vedras hoje foram confirmados mais 8 casos positivos e 19 pessoas encontram-se a aguardar resultados laboratoriais a testes realizados e 81 outras encontram-se em "vigilância ativa" devido a contactos com infetados.

O total acumulado desde início da epidemia no concelho são já 92 casos positivos dos quais 62 foram entretanto dados como recuperados. Residentes em Torres Vedras há ainda a lamentar 2 óbitos devido ao vírus.

Os casos "ativos" estão agora disseminados pela generalidade das freguesias do concelho da seguinte forma:

  • São Pedro da Cadeira: 8
  • Santa Maria, São Pedro e Matacães: 7
  • Silveira: 4
  • União das Freguesias de Dois Portos e Runa: 4
  • Freiria: 1
  • Ponte do Rol: 1
  • União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira: 1
  • União das Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça: 1
  • União das Freguesias de Maxial e Monte Redondo: 1

Faz mais sentido ainda, nesta altura, levar em muita conta as indicações das entidades acima referidas, especialmente:

"O uso de máscaras ou viseiras é obrigatório, nos termos do Decreto-Lei nº 24-A/2020 de 29 de maio, para pessoas com idade superior a 10 anos para o acesso ou permanência em espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, edifícios públicos ou de uso público onde se prestem serviços ou ocorram atos que envolvam público, estabelecimentos de ensino e creches pelos funcionários docentes e não docentes e pelos alunos e no interior das salas de espetáculos, de exibição de filmes cinematográficos ou similares. É ainda obrigatório o uso de máscaras ou viseiras na utilização de transportes coletivos de passageiros.

A utilização de máscaras previne a dispersão do vírus pelo que a população deverá, sempre que possível, utilizar esta proteção de forma generalizada. Esta medida complementa as medidas de distanciamento e isolamento implementadas, bem como as recomendações de higiene e etiqueta respiratória já divulgadas.

Cumpra as recomendações da Direção-Geral da Saúde. 

Mantenha-se informado através de fontes oficiais.

Não seja veículo de informação não confirmada".

 

 

Login to post comments

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa