segunda-feira, 23 setembro 2019 | Login
Dezoito anos de concelho de Odivelas, da perspetiva do Bloco de Esquerda

Dezoito anos de concelho de Odivelas, da perspetiva do Bloco de Esquerda

Esta foi a nota que o Bloco de Esquerda, de Odivelas, fez circular pela imprensa referente à comemoração dos dezoito anos de concelho de Odivelas.
"O Município de Odivelas comemora hoje (19/11) o seu décimo oitavo aniversário. O Bloco de Esquerda não deixa de assinalar esta data, lembrando que, a par das razões que temos para celebrar, existe ainda um conjunto de prioridades e anseios da população que estão por cumprir.
Por isso, neste momento, olhamos para os homens e mulheres que residem, estudam ou trabalham em Odivelas. E é aqui que nos encontramos com a grande maioria dos jovens, que também eles e elas, diariamente enfrentam a tortura do mau serviço coletivo de transportes nas suas deslocaçõespara estudar e trabalhar.
Encontramo-nos aqui com os desempregados e as desempregadas de um concelho onde o desemprego real continua bastante elevado. É também aqui que nos encontramos com as e os muitos idosos que recebem reformas miseráveis e sem ter sequer centros de saúde dignos dos seus direitos mais básicos. É aqui que estamos com as alunas e alunos que viram os horários duplos alastrar nas escolas básicas do 1º ciclo e, com isso, degradou-se uma vez mais o serviço público de educação, deixando centenas de pais, mães e encarregados de educação com mais um problema entre mãos.
Encontrarmo-nos com todas aquelas e aqueles que dizem não à privatização da Malaposta. Aqui defendemos um serviço público de cultura, com qualidade e que respeite e valorize o legado patrimonial do Centro Cultural da Malaposta. Um concelho adulto, desenvolvido e mais coeso social e culturalmente só é possível quando a arte deixar de ser encarada como um negócio.
Celebramos este aniversário a menos de um ano das eleições autárquicas. É aqui que assumimos que há muito por fazer e a campanha eleitoral não pode começar já, como anuncia o orçamento municipal para 2017. Ou seja, aqui continuamos do lado das e dos que defendem os políticas públicas de qualidade virados para as pessoas, nomeadamente nas áreas da saúde, da habitação, do ambiente, dos transportes, da educação e da cultura".

Login to post comments

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa