fbpx
Luís Paulo Silva - das TI à música, duas paixões que se complementam

Luís Paulo Silva - das TI à música, duas paixões que se complementam

Conhecemo-lo “agarrado aos computadores” ainda era muito jovem e já tinha com dois amigos uma empresa de informática, representava uma das principais marcas mundiais, eram distribuidores de uma das marcas fortes de internet na altura e foi dos primeiros a conceber páginas internet nesta região, como as primeiras das Câmaras Municipais de Torres Vedras e do Sobral Monte Agraço.
Torna-se um dos maiores experts, primeiro em Microsoft e em CISCO depois, onde é respeitado e formou uma empresa própria de consutadoria “para poder ver o filho crescer”, como nos confidenciou, deixando Lisboa e os grandes períodos no estrangeiro para passar mais tempo “de qualidade” em Torres Vedras.
Pelo meio outra paixão, a música sempre fez parte da sua vida e tornou-se DJ passando pelos espaços mais conceituados da região.
Acaba de colocar online um novo projeto, a “Rádio Carnaval de Torres Vedras” onde tem uma autêntica compilação dos maiores sucessos que desde sempre, ele mais uma série de amigos, passou na altura de Carnaval. Está a ser um sucesso e conversámos com Luis Paulo Silva muito em especial sobre este novo projeto radiofónico online.

Festa - O que é a “Rádio Carnaval de Torres Vedras”?
Luis Paulo Silva - Tudo isto tem um motivo. Esse motivo é que todos os anos, porque sempre “pus música” no Carnaval, sempre estive ligado ao Carnaval de Torres e tive a sorte de ter trabalhado em casas emblemáticas desta região,  muito em especial nos anos aúreos do “Túnel” onde aprendi muito e tive acesso a muita coisa que o Zé Henriques me disponibilizava.
Com a ligação que passei a ter também ao Carnaval, todos os anos, sem exceção, me passam o tempo a pedir “Luís grava sets de Carnaval” para os mais diversos locais e eu gravo, para os amigos, para levar para os carros do Corso e assim, porque tenho muito mais paciência para gravar os “sets” em estúdio que para o estar a fazer em direto no Carnaval, porque já fiz isso durante tantos e tantos anos que acaba por “moer” um pouco. Hoje em dia prefiro ver o Carnaval que estar a vivê-lo por dentro.

Festa - É daí que nasce a idéia da Rádio online?
Luís Paulo - Pois, para além deste ano ter tido uma enorme queda que me “partiu uns ossos” e me fez estar de baixa nesta altura, o certo é que só no espaço de uma semana tive mais de dezena e meia de telefonemas a pedir para gravar “uns sets” para os amigos do costume.
Ao fim de um dos dias estava com o meu filho no sofá a ver um jogo de futebol e começo a pensar “porque é que não meto todos os meus sets online e quem quiser vai lá buscá-los”.
Pensei e devido à facilidade que tenho em função da especialidade técnica que possuo resolvi mesmo fazê-lo. No dia seguinte ligo ao Perdigão, ao Cenoura, ao Viola,  Ivan, Foca, Naré e outros amigos DJs dos mais importantes aqui da zona e disse-lhes que tinha esta ideia, perguntando se tinham por lá coisas antigas que quizessem disponibilizar porque colocava as músicas todas online e deixava de ser preciso gravar “sets” à medida para cada caso... quem quizesse poderia ir lá buscar e fazer download.

Festa - A aderência, foi boa por parte dos outros DJ’s?
Luís Paulo - Bem, ainda não temos tudo, porque ainda vão chegando coisas, e já temos lá mais de quinhentas horas de “sets” de Carnaval gravados com músicas desde 1970, da altura do Crispim e do Tó (do Túnel) do Alkaly, do Sai de Gatas, da Torre e tantos outros, disponíveis para se escutar ou ir descarregar.

Festa - As participações são dos DJ’s que foste falando ou tem mais alguns?
Luís Paulo - Não, claro que fiz o convite a todos, dos mais antigos aos mais novos e a grande maioria enviou músicas, não vou dizer o nome de todos, para não falhar algum que depois se iria zangar comigo, mas só assim é possível ter tantas horas disponíveis. Depois, cada um tem a sua forma de ver a música e essa diversidade também torna tudo logo mais interessante.
E foi assim que aconteceu. Não foi nada muito planeado ou trabalhado. Aconteceu e pronto!

Festa - De onde te nasce esta paixão?
Luís Paulo - A música tem a ver com o meu pai, que desde os tempos de tropa sempre tocou e fez parte da Banda que existia nessa altura. Como deves calcular com esse gosto pela música ele tinha imensos discos em casa e eu ouvia-os centenas ou milhares de vezes cada um porque era uma coisa que adorava fazer.
A ligação da música ao Carnaval tem a ver com facto dos meus pais, ainda eu mal andava e já iam todos os anos ao célebres Bailes do Grémio, onde eles dançavam e eu com os outros miúdos podíamos passar a noite a brincar e a ouvir a Banda a tocar, o que era uma maravilha e nos fez adorar o Carnaval, mesmo não  percebendo ainda muito bem de que se tratava, mas os mascarados também ajudavam...

Festa - A “Rádio Carnaval” vai continuar online mesmo depois do Carnaval?
Luís Paulo - Sim, sim. Já que passou a existir a intenção é de que qualquer pessoa, em qualquer local, que queira ou goste de músicas de Carnaval poder ir lá e escutar ou fazer download daquelas que preferir e mais lhes agrade, com a vantagem de o poder fazer 24 horas por dia sete dias por semana.


Festa - É fácil “chegar à rádio”?
Luís Paulo - Facílimo. Basta em qualquer computador, tablet ou telemóvel ir à internet e colocar “radiocanavaldetorresvedras.com” ou fazer uma busca por Radio Carnaval de Torres Vedras e é imediato.

Festa - Desde que seja de Carnaval tem por lá todo o tipo de música?
Luís Paulo - Sim, desde que ligada ao Carnaval e em “sets” de trinta minutos cada, para não se tornar uma coisa demasiado longa, maçuda e chata, integrando pelo meio diversos “teaseres” de carnavaleiros, muito rápidos mas dando uma certa dinâmica e tornando tudo muito mais agradável de se escutar.

Festa - O projeto já foi apresentado aos responsáveis pelo Carnaval?
Luís Paulo - Claro. Uma das primeiras pessoas a saber do projeto foi o Rui Penetra, que é responsável pela organização do Carnaval de Torres.
Sem qualquer interesse económico também já disponibilizei tudo para se poder associar, ou colocar no futuro Museu do Carnaval, já que é de história do Carnaval que se trata e penso que faz todo o sentido.

Login to post comments

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 945 Visitantes e 14 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa